Outubro Rosa

Outubro rosa é comemorado internacionalmente em combate ao câncer de mama. Esse movimento começou nos Estados Unidos, onde no mês de outubro se realizavam ações isoladas em diversas regiões buscando a prevenção da doença e em 1990 durante a Corrida pela Cura, a fundação Susan G. Komen distribuía aos participantes um laço cor de rosa, originando assim a popular campanha Outubro Rosa. A primeira iniciativa no Brasil em relação movimento foi a iluminação em rosa do Obelisco do Ibirapuera em São Paulo, no dia 02 de outubro de 2002. Atualmente, existem diversas corridas e campanhas espalhadas pelo país buscando a conscientização e a prevenção do câncer de mama.

No Brasil, o câncer de mama é o segundo mais comum atingindo 29% das mulheres, ficando atrás somente do câncer de pele não melanoma. E no mundo chega a atingir 25% da população feminina. Apesar de raro (apenas 1% de chances) o câncer de mama também pode desenvolver-se em homens. Até o ano de 2018 o Instituo Nacional do Câncer –INCA, possuía uma estimativa de que este tipo de câncer alcançaria a marca de 59.700 novos caso com uma média de quase 17 mil óbitos (16.800 mulheres e 200 homens).

A formação do tumor nas mamas ocorre através de uma multiplicação desordenada de células mamárias anormais e o desenvolvimento da doença varia muito de acordo com as características próprias de cada tipo de tumor. Durante a fase inicial, esse tipo de câncer apresenta sinais e sintomas como: nódulo indolor (90% dos casos) na própria mama, nas axilas ou até pescoço, pele avermelhada e retraída, alterações no mamilo e liquido anormal saindo pelos mamilos. Quando detectado ainda em estágio inicial existe a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com resultados satisfatórios. É de extrema importância que as mulheres conheçam melhor seu corpo, visto que a maioria dos casos é descoberto pelas próprias mulheres durante o auto-exame. Por isso, é importante sempre observar suas mamas, apalpando-as, a fim de notar qualquer alteração presente. E ocorrendo a presença de um ou mais sintomas procurar ajuda médica para investigar o risco de um possível câncer. O exame mais comum para investigação é a mamografia, onde é realizado um raio X das mamas com capacidade de identificar alterações antes mesmo do surgimento de algum sintoma. A confirmação do câncer só é feita através de uma biopsia onde uma pequena parte é retirada para análise e definições do caso.

Apesar dos avanços no combate ao câncer de mama, a doença apresenta diversas formas e níveis, o seu tratamento depende muito do estágio e tipo do tumor, podendo incluir cirurgia, quimioterapia, radioterapia entre outros procedimentos. Quando a doença já está em estágio mais avançado e/ou com metástases (câncer se espalhou para outros órgãos), os médicos buscam tratamentos que possam prolongar a sobrevida e melhorar a qualidade de vida da pessoa.

Alguns fatores podem levar ao aumento do risco desse tipo de câncer, alguns deles já bem conhecidos como: histórico familiar, obesidade, falta de atividade física e alterações genéticas. Além de outros fatores não tão conhecidos como: não ter filhos, primeira menstruação antes dos 12 anos ou parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos, não amamentar, entre outros. A adoção de hábitos mais saudáveis como praticar atividade física, alimentar-se de maneira mais saudável, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, evitar uso de anticoncepcionais e promover a amamentação podem prevenir até 30% dos casos. Uma pesquisa do ministério da saúde apontou que 12% dos casos de câncer de mama poderiam ser reduzidos somente através da prática regular de atividades físicas e ainda mostrou que 6,5% dos óbitos são relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas, sobrepeso e excesso de açúcar na alimentação.

Buscando sempre evoluir de forma eficaz para a população, nós do Espaço ERA, oferecemos aulas de Pilates e Treinamento Funcional, entre outro, procurando contribuir de forma satisfatória na qualidade de vida e prevenções de doenças como o câncer de mama, obesidade e outras. Além disso, se você já teve o câncer de mama e tem algum tipo de restrição por conta de processo cirúrgico, ou ainda encontra-se em tratamento de radioterapia/quimioterapia, mas gostaria de praticar alguma atividade física, nosso espaço seria ideal para você, pois todas as nossas aulas são feitas de maneira personalizada respeitando a individualidade de cada pessoa.

Outubro Rosa, nós apoiamos essa causa.

#VemProERA #OutubroRosa

A importancia do método Pilates dentro e fora do estúdio

 

Um bom condicionamento físico é o primeiro passo para a felicidade. A realização de nossas diversas atividades diárias, com espontaneidade e prazer, se dá com a obtenção e manutenção de uma boa forma física alinhando corpo e mente sadia, sendo totalmente capaz de realizar tudo o que deseja de forma natural, fácil e satisfatoriamente. Para alcançar estas realizações dentro de nossas capacidades em todos os momentos da vida, precisamos nos esforçar para adquirir corpos fortes e saudáveis e desenvolver nossas mentes até o limite de nossa habilidade.

O que é equilíbrio entre o corpo e a mente?

É o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo. É a correta utilização e aplicação dos princípios mecânicos que abrangem a estrutura do esqueleto, um completo conhecimento do mecanismo do corpo e uma compreensão total dos princípios de equilíbrio e gravidade, como nos movimentos do corpo durante a ação, no repouso e no sono.

O método Pilates é fundamentado em preceitos anatômicos, fisiológicos e biomecânicos e possui seis princípios básicos que devem ser respeitados para sua correta aplicação, que são: concentração, centralização, respiração, fluidez, precisão e controle. Vamos a eles:

Concentração

Joseph Pilates já dizia: A concentração no movimento irá potencializar a execução correta dos exercícios, intensificando o grupo muscular que está sendo solicitado, proporcionando um melhor aproveitamento dos benefícios do Pilates.

Nas atividades do dia a dia manter se concentrado será primordial para bons resultados com melhor aproveitamento de sua energia e percepção corporal.

Centralização / Power House / Centro

Centralização é o termo utilizado para entender o que Joseph Pilates chamou de Power House (Centro de força).

O controle do centro de força proporciona adequada estabilização do tronco, o alinhamento biomecânico com menor gasto energético, promove a manutenção da boa postura, facilita movimentos equilibrados e refina o controle motor das extremidades.

Projetando a força corporal para o lugar certo ao executar suas atividades e no trabalho, mantendo boa postura, evitará lesões e gasto energético desnecessário.

Respiração

Em nosso dia a dia normalmente respiramos apenas o essencial para sobrevivência, ou seja, não utilizamos toda a capacidade pulmonar disponível.

O controle da respiração possibilita a organização do tronco por meio do recrutamento da musculatura adequada, favorecendo o relaxamento dos músculos inspiratórios acessórios.

Inspire profundamente e expire lentamente e perceba como todo corpo restabelece. Respirando corretamente não só durante as aulas de pilates, mas também fora do estúdio perceberá que além da melhora da postura corporal, ansiedade e estresse diminuirão.

Fluidez

A fluidez do movimento, sendo executada da maneira adequada, vai contribuir para o principio da respiração, dando ritmo ao movimento.

Os movimentos disfuncionais precisam de exercício para readquirir fluidez e coordenação.

Importante realizar movimentos lentos, progressivos e alinhados durante suas atividades e trabalho evita lesões e menos problemas médicos.

Precisão e Controle

Sempre importante manter o alinhamento corporal e o alongamento axial(Como falamos em nossas aulas: Quadril na neutra e Cresce essa coluna!) para evitar qualquer tipo de compensação, consequentemente evitando possíveis lesões e gasto energético desnecessário.

Alinhar mente e corpo é essencial para o aprendizado destes princípios e para realizar os movimentos corporais com melhor performance. Mantendo estes princípios durante suas atividades do dia a dia perceberá que não haverá mais dores.

Finalizando, podemos concluir que o repertório de exercícios do método visa à reeducação da postura e do movimento; controle da respiração; à integração dos membros superiores e inferiores com o tronco; à flexibilidade muscular; o equilíbrio; o fortalecimento abdominal; à estabilização de coluna, pelve e ombros; à normalização do tônus muscular; e ao controle voluntário e consciente do movimento por meio de estímulos proprioceptivos e reeducação funcional.

Também que, a partir do aprendizado dos princípios da técnica de Pilates dentro do estúdio e assimilando junto a suas atividades diárias e trabalho certamente sentirá todos os benefícios.

Aqui no Espaço ERA nossos professores/instrutores estão sempre atentos aos princípios da técnica e sempre sugerindo a melhor forma para o efetivo aprendizado proporcionando aos nossos alunos saúde e bem-estar dentro e fora do estúdio.

Espaço ERA Equilíbrio, Respeito e Atitude POR VOCÊ.

 

Matéria escrita por nossa Fisioterapeuta Dra. Tatiane Arello

 

Referências Bibliográficas

  1. Artigo: Doença de Parkinson: alterações funcionais e potencial aplicação do método Pilates; Maria do Carmo Correia de Lima, Adriana Macedo de Miranda, Paula Prestrelo Costa Martins e Etiene Oliveira da Silva Fittipaldi, Geriatria & Gerontologia. 2009;3(1):33-40;
  2. Livro: O retorno à vida pela Contrologia; Fundamentos básicos de uma educação física natural; Joseph Hubertus Pilates e Willian John Miller; 1945; 1 edição brasileira em 2010; página 117-120;
  3. Livro: Sua Saúde; Saúde – uma condição normal e natural; Joseph Hubertus Pilates; 1934; 1 edição brasileira em 2010; página 117-120;
  4. Coletânea Pilates: Pilates aplicado à gestantes; Dra.Patricia de Andrade Valeriano; 2018; Porto Alegre; 1 edição; VOLL Pilates Group, páginas 8 -20.

 

 

 

 

 

Você sabe o que é incontinência urinaria? Já ouviu falar em incontinência urinaria?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 7% das mulheres entre 20 a 39 anos têm incontinência. Dos 40 aos 59 anos, 17% relatam episódios de incontinência urinaria; entre os 60 aos 79 são 23%, já acima dos 80 são 32%. Podendo ocorrer também entre homens, um a cada quatro homens acima de 40 anos sofre com incontinência urinária.

Continue lendo “Você sabe o que é incontinência urinaria? Já ouviu falar em incontinência urinaria?”

Idosos no Treinamento Funcional e Pilates

A população idosa vem apresentando crescimento significativo nas últimas décadas. Estima-se que no período entre 2000 e 2025, o Brasil terá aproximadamente 34 milhões de pessoas acima de 60 anos, representando 13,8% da população total do país.
O Processo de envelhecimento é caracterizado por um declínio das funções de todos os sistemas do corpo humano, o que acarretará em uma série de modificações fisiológicas inevitáveis. Alguns sistemas como neuro-músculo-esquelético, sensorial e cardio-respitório são mais afetados levando o individuo a uma redução da capacidade funcional e consequentemente a perda de autonomia e dependência, considerando que a independência funcional requer força muscular, equilíbrio, resistência cardiovascular e também motivação.

Continue lendo “Idosos no Treinamento Funcional e Pilates”

Importância da pelve durante os exercícios

Hoje vamos falar de como o posicionamento da pelve vai influenciar a nossa postura no dia a dia e durante os exercícios. A Pelve é formada pela união dos dois ossos do quadril que se articulam entre si na parte anterior, e posteriormente articula-se com o sacro, ou seja, a pelve é o elo entre a coluna e os membros inferiores.
A pelve realiza os movimentos de anterversão, retroversão, inclinação lateral e rotação interna e externa. Antes de tudo, precisamos entender esses movimentos e o que é a posição neutra da pelve.

  • Anteversão o famoso “bumbum empinado”. É quando empinamos a pelve muito para trás.
  • Retroversão é o inverso, quando encaixamos a pelve para frente.
  • Posição Neutra se encontra no meio destas duas posições.
  • Inclinação lateral acontece quando um lado do quadril está mais alto do que o outro.

Rotação é dividida em rotação externa quando o quadril roda para fora consequentemente levando a ponta do pé para fora, enquanto que a rotação interna roda para dentro levando a ponta do pé para dentro.
Em outras palavras a posição neutra da pelve é quando as espinhas ilíacas ântero-superiores estão no mesmo plano horizontal (não há inclinação lateral) e ao mesmo tempo, é quando as espinhas ilíacas ântero-superiores e a sínfise púbica, estão no mesmo plano vertical (não há anteversão ou retroversão).

A posição da pelve tem relação direta com a nossa coluna vertebral. Quando a pelve se encontra em posição neutra, a lombar apresenta uma leve curva anterior, chamada de lordose, que é fisiologicamente normal. Porém, quando a pelve se encontra em anteversão, ocorre uma hiperlordose na lombar que é o aumento da curva anterior. E na retroversão da pelve temos uma retificação da lordose lombar, que é a diminuição ou anulação da curva anterior, na inclinação lateral pélvica, a coluna vertebral se encurva com convexidade em direção ao lado do quadril mais baixo.  As alterações posturais causadas pela rotação pélvica (interna ou externa) são similares as que acontecem na inclinação, pois geralmente a rotação pélvica é acompanhada de uma inclinação.

Continue lendo “Importância da pelve durante os exercícios”